Perfil e característica do signo de Escorpião

Chega a vez de mais um signo de estabilidade e fixação, desta vez voltado para o relacionamento e seus produtos: o filho, as posses em comum, a criatividade.

A posse e a propriedade – do corpo, do afeto, dos bens – se manifesta com toda a intensidade neste signo que busca o propósito. Escorpião quer saber o final de tudo que foi feito até Libra. Quer conhecer o que está além e não se contenta com as aparências, pois pressente os recursos ainda não manifestos da força conjunta.

Daí, a tremenda capacidade do Escorpião revelar os segredos, traduzir as mensagens subliminares, “reagir com o estômago” a tudo o que ameace a estabilidade e a fixidez necessárias para o cumprimento de um propósito. A atenção fiel que Escorpião dá a seus parceiros é prova disso, como também é a extrema fidelidade – a pior coisa que se pode fazer a ele é a traição.

Dinâmico, administrador de crises, para as quais sempre encontra soluções, detesta perder o controle dos fatos, da realidade, pois confia demais em sua intuição animal. Dizem que escorpião é um signo relacionado ao sexo e à morte e o paralelo é que o sexo em seu ápice é como a pequena morte que marca uma etapa além da qual, todos se transformam. Daí a necessidade de intensidade, de experiências transformadoras, a coragem de enfrentar as perdas e a grande paixão pelas idéias, pessoas ou causas que abraçam, nas quais mergulham até o fim para conseguir sua realização.

Na saúde, Escorpião rege o sistema reprodutivo e excretor, duas funções básicas que desempenha na vida: a reprodução e a criatividade e o corte de tudo o que está apodrecido. Nessa região do corpo está um centro de energia (chakra=círculo) responsável pelo sexo e as afecções aí resultam do desequilíbrio entre a vontade de perpetuar e o medo de liberar, medo de perder a posse.

Nas profissões, Escorpião se destaca como um pesquisador nato, cheio de sagacidade que vai em busca dos mistérios das origens e das finalidades. A cirurgia, porque sabe extirpar os corpos estranhos, a sociologia e a ciência política, porque sabe fazer isso no corpo social, a psicologia porque favorece o mergulho nos mares remotos e infinitos do psiquismo humano. Na administração pública, porque Escorpião sabe gerir os recursos alheios em prol do bem comum, e assim também todas as finanças, pois sabe fazer render a riqueza gerada por outros.

No amor, é a paixão intensa, a sexualidade sagrada, o mergulho de corpo e alma no outro a quem dá a fidelidade e o afeto, embora prefira saber onde pisa. Pode guardar certos segredos, porque no fundo teme perder o controle, mas tem sempre uma força capaz de virar um relacionamento que parece estar no fim para que ganhe nova vida. Nesse sentido, as “dores-de-cotovelo” do Escorpião são terremotos, nos quais afunda com toda a sua alma para depois renascer, mais sábio e mais forte.

Seu elemento é a Água, sua pedra é a granada, seu metal é o ferro, sua cor é o vermelho-sangue e vermelho-arroxeado. Astro regente: Marte (tradicionalmente) e Plutão (modernamente).

Horóscopo do dia
ÁriesTouroGêmeosCâncerLeãoVirgemLibraEscorpiãoSagitárioCapricórnioAquárioPeixes




Artigos Relacionados